+Turismo+Sabor

O Projeto

O projeto tem como objetivo central a criação, no Alto Tâmega, de uma rede colaborativa nos setores do Turismo e Agroalimentar, orientada para o reforço da competitividade do tecido empresarial e da imagem da região, bem como para o incentivo à inovação e internacionalização dos setores em causa com base na cooperação, alinhada com a estratégia regional de especialização inteligente (RIS3) e com a Estratégia de Desenvolvimento Territorial do Alto Tâmega.

O projeto é desenvolvido em parceria pela ACISAT – Associação Empresarial do Alto Tâmega e ADRAT – Associação de Desenvolvimento Regional do Alto Tâmega, em colaboração com a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e a Escola Profissional de Chaves, abrangendo a NUT III correspondente – Alto Tâmega.

A visão

Projeto + TURISMO + SABOR contempla uma abordagem inovadora na região, pela abordagem metodológica que conjuga uma Intervenção de base sectorial/fileira económica onde serão aplicados os princípios da smart specialisation e variedade relacionada, com uma intervenção de base territorial operada pelas diferentes instituições que protagonizam o processo de desenvolvimento da recém criada região.
Os Sabores do Alto Tâmega são o ponto de partida para este projeto, que pretende com base na valorização da excelência dos produtos agroalimentares da região, reforçar a imagem de marca do seu Turismo e simultaneamente criar sinergias entre os dois setores, capazes de originar novas formas de trabalho e novos produtos, contribuindo assim para a afirmação do nome e da excelência do Alto Tâmega e dos seus produtos, e para a dinamização de toda a economia regional.

A Estratégia

A estratégia regional de especialização inteligente – Norte 2020, preconiza que as apostas estratégicas de cada região, assentem nos “recursos e ativos existentes (tecnológicos e não tecnológicos) e na capacidade de desenvolvimento de uma base empresarial residente suficientemente competitiva à escala global. Estas apostas estratégicas devem, ainda, conjugar uma perspetiva vertical de fileira com uma outra de natureza horizontal de variedade relacionada, explorando o potencial de cruzamento de diferentes bases tecnológicas e empresariais multissetoriais.” (in Estratégia Regional de Especialização Inteligente – Norte 2020).

Quer fazer parte desta rede? 

Veja Como