ArtFest espalhou cultura pela região do Alto Tâmega e Barroso

ArtFest espalhou cultura pela região do Alto Tâmega e Barroso

A região do Alto Tâmega e Barroso contou, no fim de semana, com seis espetáculos culturais proporcionados pelo projeto Alto Tâmega ArtFest, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso (CIMAT).

O fim de semana de espetáculos foi encetado na sexta-feira, dia 9 de dezembro, pelo artista Maike Calvão, que atuou no Museu da Escola em Ribeira de Pena. A noite desse mesmo dia pertenceu à Animódia, Arte e Cultura, que levou a peça de teatro “O Natal de Lazarinho” ao palco do auditório do Centro Cultural de Chaves.

No sábado foram quatro os espetáculos realizados no âmbito deste projeto: o Teatro Experimental Flaviense apresentou, no auditório da Santa Casa da Misericórdia de Vila Pouca de Aguiar, a peça “Escolhas do Passado”; nesse mesmo dia a escola de dança Christine Veen teve casa cheia no auditório Arte e Cultura Luís Teixeira, em Valpaços; a Animódia, Arte e Cultura voltou a atuar, desta feita no auditório municipal de Montalegre; e, para fechar o fim de semana em beleza, a atuação da Academia de Música e Ballet Mozart no auditório do Centro Cultural de Chaves.

Recorde-se que o Projeto ArtFest (NORTE-04-2114-FEDER-000455) tem como objetivo geral a promoção e valorização turística do património cultural do território.

Para tal, apresenta um programa de cultura em rede envolvendo os seis municípios do Alto Tâmega e Barroso (Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar), promovendo a animação de espaços culturais (auditórios, teatros, salas multiusos, salas polivalentes e outros recintos de espetáculos), bem como dos museus municipais e espaços museológicos.

Nota: A fotografia do espetáculo da Animódia, Arte e Cultura em Montalegre é da autoria da Rádio Montalegre.

 

Cofinanciado por: